Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Leonor e o Cromossoma do Amor

Este blog serve para vos falar um pouco da nossa vida enquanto pais de uma menina muito especial, pois tem o cromossoma do amor e na realidade foi isso mesmo que ela trouxe à nossa vida: muito amor!

Este blog serve para vos falar um pouco da nossa vida enquanto pais de uma menina muito especial, pois tem o cromossoma do amor e na realidade foi isso mesmo que ela trouxe à nossa vida: muito amor!

Leonor e o Cromossoma do Amor

16
Ago21

As Consultas e Evolução da Pipoca

Neuza

Peço-vos desculpa pelo tempo em que por aqui não passei, mas precisava de um tempo para mim e para a minha família. Precisava de perceber se o meu coração já estava em paz com a nossa perda, tive de perceber que não tenho culpa e que não falhei.

Precisei de colo e principalmente de dar colo à minha Leonor, mas na verdade foi ela quem me deu colo a mim.

Passaram-se algumas coisas na minha ausência, umas fantásticas e outras de me apertar o coração e prometo que vou partilhar tudo convosco.

Lembram-se das análises e ecografia à tiroide? Foram realizadas e com muito sucesso em todos os sentidos: a Leonor portou-se super bem e o meu medo de que ela não deixasse fazer a eco foi só mesmo da minha cabeça porque ela portou-se que nem uma menina crescida. Claro que não foi fácil logo à partida, visto que ela não queria ficar deitada e quieta, mas com umas brincadeiras e distrações conseguimos; e no sentido em que as análises e a eco mostraram que a nossa Pipoquinha está ótima e que a tiroide está a responder à medicação e já se encontra dentro dos valores normais. Vamos manter a medicação na dose mínima e repetir análises no fim do ano. Já fomos à endocrinologista e foi isto o combinado.

Ainda nos faltam algumas consultas de rotina dos 3 anos (sim, a Princesa já fez os 3 aninhos, mas este assunto vai ser falado noutro post), mas já foi à consulta de oftalmologia e o médico detetou um pequeno estigmatismo na vista esquerda, mas tal como o médico diz, é mesmo algo muito subtil e por isso não vamos fazer nada para já e só necessitamos de voltar para a consulta dos 4 anos. Também já fomos à consulta de odontopediatria e de ortodontia e apesar de ser uma luta para lavar dentes nesta casa, estes são bem "amassados" por mim e pelo pai da pequena e pelos vistos estamos a fazer um ótimo trabalho: dentinhos lindos, branquinhos e sem cáries. A nossa pequenita não gosta muito que se lhe mexa na boca, no entanto, quando os médicos são bons e respeitam a pessoa que estão a atender, que compreendem, tudo corre às mil maravilhas e a minha filhota portou-se bastante bem, que até eu fiquei de boca aberta! Estes médicos parecem mágicos e é por isso que faço questão de fazer os quilómetros que forem, porque acredito que ela está a ser seguida pelos melhores. Pelo menos mostram-se humanos, respeitadores e extremamente carinhosos com ela.

Este ano, pela primeira vez, a Leonor começou a ser seguida em ortopedia. Faz parte do seguimento das crianças com T21, sendo que nesta idade também teem de fazer determinados RX à coluna cervical e bacia/ancas. Mais uma vez, também nesta especialidade e apesar dos nossos receios enquanto pais e à nossa observação do dia-a-dia da Princesa, alguns medos que tínhamos foram esclarecidos e está tudo bem, o nosso coração ficou tranquilo.

E também já fomos à consulta de Desenvolvimento dos 3 anos. Não vos vou cansar muito mais com consultas da Pipoca, mas tenho de partilhar as conquistas dela, assim como quando existem coisas menos boas também as partilho. Quando acabamos uma consulta e a médica nos diz que está sem palavras, que a Leonor é um caso de sucesso, que temos de ter a noção de que ela não é um caso comum, que está com um ótimo desenvolvimento equiparado a outra criança da mesma idade, sabemos que nós todos cá em casa, em conjunto com a nossa terapeuta e com os nossos familiares e amigos, estamos a fazer um ótimo trabalho e que somos uma equipa e pêras.

A realidade é que por ela tudo fazemos e faremos.

No meio destas consultas, a minha pequena passou por um episódio menos feliz, em que fez uma inflamação articular que lhe deu dores horríveis e que me fez sofrer, no sentido em que nenhuma mãe gosta de ver os seus filhos doentes e eu confesso, não sei lidar com a minha filha doente, mas acabou por não passar de um susto e numa semana tínhamos a nossa bebécas de volta a desarrumar tudo cá em casa.

É incrível como passo a vida a dizer que estou sempre a arrumar tudo e ela a tirar tudo do sítio e nestas alturas queremos mesmo que o façam. Serei só eu?

Obrigada por continuarem connosco e um beijinho no vosso coração.

236607925_499465044420440_8509265988287717110_n.jp

236734357_277437843712148_1727292669053994104_n.jp

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub