Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Leonor e o Cromossoma do Amor

Este blog serve para vos falar um pouco da nossa vida enquanto pais de uma menina muito especial, pois tem o cromossoma do amor e na realidade foi isso mesmo que ela trouxe à nossa vida: muito amor!

Este blog serve para vos falar um pouco da nossa vida enquanto pais de uma menina muito especial, pois tem o cromossoma do amor e na realidade foi isso mesmo que ela trouxe à nossa vida: muito amor!

Leonor e o Cromossoma do Amor

22
Fev19

Eu, o Balu

Neuza

A minha dona pediu-me para escrever sobre a nova inquilina cá de casa, pelo que percebi ela chama-se Leonor, mas os donos chamam-lhe Pipoca (não sei o que é que uma coisa tem a ver com a outra, mas enfim).

Ela veio muito pequenina cá para casa e passava os dias a dormir - era um sossego - , mas agora? Ai agora, não para um minuto.

Eu bem me tento aproximar dela, quero cheirá-la e conhecê-la, quem sabe receber umas festas, sim porque eu adorooooo mimos, mas confesso que tem sido um pouco difícil. Antigamente a atenção era toda para mim, fui "filho" único durante 5 anos, mas agora sofro um bocadinho com a falta de atenção, mas eu sei que eles tentam e quando ela se deita sou só eu eheheheheh.

Houve aí uns dias em que cada vez que me aproximava para a tentar conhecer (leia-se cheirar), como ela não pára quieta, aquilo que aconteceu foram chapadas, levei algumas. Ao início, quando ela era mais pequenita não me magoavam tanto e por isso apenas virava costas e ia embora, mas agora já dói e eu tento defender-me, levanto a minha pata e penso: "Vais levar também!", mas a dona começa logo a dizer. "Não, não Baluzinho...é a bebé, ela não faz por mal!". Não gosto que ela a defenda sempre, não percebo isso e confesso que amuo, viro costas e vou-me embora.

Há dias, consegui chegar-me a ela e dei o primeiro passo para lhe mostrar que não sou o inimigo, que gosto dela (se calhar não demonstro, mas gosto) e decidi roçar-me e dar-lhe umas turrinhas nos pés e nas pernas e ela sorriu para mim e eu senti-me à vontade para me deitar ao pé dela. Contra todas as expectativas, com a ajuda da minha dona, ela deu-me festinhas e amei, fartei-me de ronronar, não me consegui controlar!

Andamos agora a conhecermo-nos melhor e devo confessar que até estou a gostar dela...é muito engraçada!

Ainda para mais agora só quer imitar os meus donos a andar e eu faço-me de sombra dela e vou atrás.

Não percebo muito bem porquê, mas vem cá a casa todas as semanas uma senhora dar-lhe umas aulas em que ela anda a "brincar" num colchão no chão da sala e eu também quero, por isso vou para o pé dela e ponho-me lá a incentivá-la para ela fazer o que é suposto, mas ela às vezes não quer mesmo.

Para já não tenho muito mais a dizer, a não ser que aos pouquinhos estou a gostar de a conhecer cada vez mais, assim mesmo muito!

Ela é pequenita e muito engraçada! Também é a minha Pipoca.

52637338_2051331118283514_9194767859606093824_n.jp

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D