Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Leonor e o Cromossoma do Amor

Este blog serve para vos falar um pouco da nossa vida enquanto pais de uma menina muito especial, pois tem o cromossoma do amor e na realidade foi isso mesmo que ela trouxe à nossa vida: muito amor!

Este blog serve para vos falar um pouco da nossa vida enquanto pais de uma menina muito especial, pois tem o cromossoma do amor e na realidade foi isso mesmo que ela trouxe à nossa vida: muito amor!

Leonor e o Cromossoma do Amor

10
Jan19

O Segundo Trimestre

Neuza

O segundo trimestre foi espetacular! Nada de enjoos nem de azia, foi literalmente um sonho.

A barriguinha parecia crescer de dia para dia, o que era lindo e o meu peso também aumentava de dia para dia, o que de lindo nada tinha, mas o que interessava é que o meu bebé estava bem.

Comecei a sentir o bebé bem cedo. Ao início parecia como se tivesse uma borboletinha a dar às asas na minha barriga bem ao de leve, depois começou a parecer que tinha uma lagarta a movimentar-se dentro de mim e por fim percebiam-se perfeitamente os seus movimentos.

Às 20 semanas, fomos fazer a ecografia morfológica, onde é feito um estudo intensivo e exaustivo do bebé. São medidos todos os ossinhos e contados (no caso das mãos e dos pés), bem como os órgãos internos, é avaliado o coração ao pormenor, os rins, bexiga, tudo...estava tudo bem com o nosso bebé, ele estava ótimo. Aliás, elaaaaa. Sim, nesta ecografia ficamos a saber que o nosso mundo ia ser rosa. Ficamos tão felizes. O João então começou a pensar em coleccionar armas para quando chegasse a altura dos namoricos. Neste dia, tudo se tornou ainda mais real. Agora já não era apenas o bebé, era a nossa menina, a nossa Leonor.

O nome dela já estava escolhido antes mesmo de eu engravidar ou de pensarmos em engravidar porque era um nome que ambos gostavamos (o que foi ótimo, visto que não concordamos em mais nenhum e se fosse um rapaz ia ser bem complicado escolher, pois não temos nomes que gostemos em comum).

Às 23 semanas fomos fazer uma eco 5D. Conseguimos ver a nossa menina ao pormenor, era lindaaaa e confirmamos que era mesmo uma menina (ahahahahah). Neste dia levamos a minha avó e a minha mãe connosco para assistir. Lembro-me de ver os pezinhos dela e achar que eram pezões como os do pai e também do facto da minha mãe referir que o narizinho era parecido com o meu. Emocionamo-nos bastante, os 4. Eu e o João estavamos a viver uma felicidade plena.

No fim deste trimestre fui fazer os exames para despiste da diabetes gestacional. Foi horrível, passei super mal, aquele "xarope" que nos dão a tomar é demasiado doce para quem está em jejum e eu só me apetecia estar deitada porque estava mesmo muito mal disposta. Mas aguentei-me firme. Poucos dias depois tinha o resultado e estava tudo ok connosco e nada de diabetes.

A nossa gravidez continuou a correr sem precalços, a nossa bebé continuava a crescer forte e saudável e sempre com um percentil grande.

A minha barriga também continuava a crescer (e bem) e assim se passavam as semanas e os meses e quando demos conta (mais ou menos 15 kg depois) entramos no terceiro trimestre.

20180413_174541.jpg

20180425_104356-1.jpg

20180714_203214.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D