Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Leonor e o Cromossoma do Amor

Este blog serve para vos falar um pouco da nossa vida enquanto pais de uma menina muito especial, pois tem o cromossoma do amor e na realidade foi isso mesmo que ela trouxe à nossa vida: muito amor!

Este blog serve para vos falar um pouco da nossa vida enquanto pais de uma menina muito especial, pois tem o cromossoma do amor e na realidade foi isso mesmo que ela trouxe à nossa vida: muito amor!

Leonor e o Cromossoma do Amor

02
Nov19

Os 15 Meses da Nonô

Neuza

Esta semana a minha Pipoquinha fez 15 meses...o tempo voa e apesar de podermos dizer: "Ainda bem!", ao mesmo tempo dói. Dói a saudade que fica de quando ela era muito pequenininha e precisava de mim para tudo, daquela altura em que ainda não corria a casa toda a desarrumar tudo (ahahahah), mas é bom, muito bom ao mesmo tempo. Adoro esta bipolaridade materna!

E o que nos trouxeram estes 15 meses? Grandes conquistas: os cumprimentos, os animais, a música e a dança e também os primeiros passinhos! Ainda agora começou a dar os primeiros passos (apesar de ainda se desequilibrar muito) e já quer correr...é uma tonta a minha Princesinha. E descobrimos que sabe como subir e descer escadas...já não tenho mão nela, isso e a casa arrumada, também não consigo ter...eu juro que eu tento, mas a minha pequenita não concorda muito com a minha decoração e põe mãos à obra para me redecorar a casa. Dou por mim a sorrir e mentalmente a gritar: "Socorro! Preciso de ajuda! Alguém que a controle ahahahahah", lá está a bipolaridade de que falo.

Já entende tudo e fala connosco, mas a maior parta das coisas que a minha filhota diz ainda estou a aprender, é que a língua dela é um mix de português com bebéguês e sendo um dialeto que já não pratico há imensos anos, está difícil de recordar.

Ora, resumindo: está uma crescida!

Este ano também foi o primeiro ano que a minha abóborinha brincou ao Halloween! E estava uma abóborinha assustadoramente linda e fofa, sorridente como só ela e sempre bem disposta. Chegou a casa terrificamente suja de tanto que brincou, mas como eu sou aquela mãe que passa a vida a dizer que um bebé sujo, é um bebé feliz, que é um ótimo sinal ela andar suja porque é indica que se movimentou, que brincou, que viveu, aprendeu e conviveu. Não me importo nada que ela ande assim. Acho imensa graça quando a vou buscar à escola e a querem mudar para vir limpinha e eu digo logo que não, que a quero bem sujinha...devem achar que sou maluca, mas a educadora e a auxiliar da salinha dela já me conhecem minimamente e sabem aquilo que penso!

Todos os dias a minha Pipoquinha me presenteia com alguma coisa nova, com uma nova conquista e aqui em casa vibramos imenso com todas e festejamos até mais não...os vizinhos devem achar que somos maluquinhos e nós não nos importamos porque até é verdade, somos malucos por ela, mas também como não ser? Ela sorri e está feito, nada mais importa.

Ai Novembro continua a surpreender-nos com coisas boas e que o nosso amor continue a crescer saudável! Nós continuaremos a lutar para darmos as armas que a nossa guerreira precisa para continuar a vencer.

75485985_1598179800318532_4736938165405745152_n n.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D