Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Leonor e o Cromossoma do Amor

Este blog serve para vos falar um pouco da nossa vida enquanto pais de uma menina muito especial, pois tem o cromossoma do amor e na realidade foi isso mesmo que ela trouxe à nossa vida: muito amor!

Este blog serve para vos falar um pouco da nossa vida enquanto pais de uma menina muito especial, pois tem o cromossoma do amor e na realidade foi isso mesmo que ela trouxe à nossa vida: muito amor!

Leonor e o Cromossoma do Amor

29
Jan19

Os 6 meses da Pipoca

Neuza

E chegámos ao dia de hoje.

A minha filhota faz 6 mesinhos. Meio ano deste amor que não cabe no peito. Faz hoje 6 meses que peguei na minha princesa, que lhe toquei, que a ouvi chorar, que a aconcheguei a mim pela primeira vez. Fui mãe, foi ela que me deu este "posto".

Por mais filhos que eu possa vir a ter foi esta pipoca mais linda e mais boa que me deu este estatuto que tantas alegrias, tanto orgulho, crescimento, aprendizagens, preocupações, amor, carinho, felicidade, descobertas, auto-conhecimento e força nos dá...foi esta minha filha que fez com que eu me superasse de uma forma que não achei ser possível e que fez com que eu acreditasse na vida e no amor de uma forma que jamais pensei acreditar.

Têm sido 6 meses muito intensos, com muitos altos e baixos (mais altos que baixos), em que a minha miúda nos tem dado grandes lições.

Hoje teve terapia e em conversa com a terapeuta começámos a falar nas conquistas da minha bebécas, que sendo exatamente isso: um bebé, desde 1 mês de idade que trabalha árduamente para conseguir chegar onde todos os outros bebés chegam. Queria muito que ela brincasse apenas, mas também sei que não pode ser e quando ela vence, é uma alegria que não cabe no peito, é muito o orgulho por este ser tão pequenino.

Durante a terapia estive atenta à minha pipoquinha e (apesar da birra, vai fazendo as coisinhas) vê-la sentadinha sem qualquer tipo de apoio, virar-se de barriga para baixo sozinha, brincar com os brinquedos, dar uns passinhos de pé, chegar aos brinquedos, palrar imenso, sorrir bastante, manter-se em posição de gatas, virar-se para obter o que quer, começar a levantar-se, corrigir a posição quando parece que vai cair...todas estas vitórias da minha menina me deixam sem palavras! É muita a emoção, até as lágrimas me veem aos olhos de tanta alegria que sinto no meu coração, esse então só quer é saltar-me do peito.

A terapeuta queria que ela gatinhasse primeiro (antes de começar a andar) por ser importante para a sua coordenação, mas hoje percebemos as duas que talvez não vá acontecer, ela só quer estar de pé.

Resumindo, foi um dia em grande, porque para além de nos dizerem, eu mesma vi o desenvolvimento da minha pequenina, não que não visse antes, mas hoje foi especial.

A verdade é que não foram só alegrias, mas estas superam os momentos menos bons do dia de hoje, pelo menos quero que assim seja e vou trabalhando para isso.

Claro que não vou esquecer o telefonema da médica de desenvolvimento com os resultados das análises da Leonor, não foi o que eu queria e esperava ouvir. A Leonor está com uma ligeira alteração nos valores da tiróide e tem de começar a ser seguida em endocrinologia, mas será mais uma batalha para juntos vencermos. A médica também disse que não são valores preocupantes, que é comum em crianças com trissomia 21, mas eu sou mãe! O meu coração ficou logo apertadinho e só vou descansar depois da consulta de endocrinologia. No entanto, olho para ela e vejo-a tão bem, super ativa, comunicativa, a crescer e a desenvolver tão bem...tento não pensar muito nisso mas é difícil. A única certeza é que estou cá de corpo alma para a minha pipoca. Juntos somos mais fortes.

O meu avô foi hospitalizado, ainda não sabemos ao certo o que se passa, mas ficou internado para observação nos cuidados intensivos e para serem realizados mais exames. É muito difícil quando queremos notícias e ninguém nos diz ao certo o que se passa. Torna-se mais complicado ainda quando perdemos um avô à relativamente pouco tempo e tudo mexe com as nossas emoções.

Mas tenho fé! Acredito que Deus nos vai ajudar e que nos está a orientar, quero acreditar que sim, enquanto isso vamo-nos apoiando como uma verdadeira família!

20190129_092628 n.jpg

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D