Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Leonor e o Cromossoma do Amor

Este blog serve para vos falar um pouco da nossa vida enquanto pais de uma menina muito especial, pois tem o cromossoma do amor e na realidade foi isso mesmo que ela trouxe à nossa vida: muito amor!

Este blog serve para vos falar um pouco da nossa vida enquanto pais de uma menina muito especial, pois tem o cromossoma do amor e na realidade foi isso mesmo que ela trouxe à nossa vida: muito amor!

Leonor e o Cromossoma do Amor

23
Jan19

Somos 3, mas não deixamos de ser 2

Neuza

É verdade, foi muito difícil voltar à nossa vida como casal após o nascimento da Leonor e da roda-viva que a nossa vida se tornou, com consultas e terapias.

Mas também não me esqueci, aliás reti mesmo porque achei extremamente importante, o facto da nossa terapeuta ter dito que tinhamos de continuar a viver a nossa vida também como casal, a tratar da nossa relação porque pais felizes educam crianças felizes e portanto se nós estivermos bem, a nossa princesinha também estará.

Desde esse dia que, sempre que podemos tentamos sair da rotina (temos ido passar uns fins-de-semana fora, mas aí levamos a bebé connosco, muda apenas a rotina, o que é ótimo para todos) e temos também um tempinho só para nós, nem que sejam só umas horinhas e posso dizer que mesmo que seja por pouco tempo, nota-se bem a diferença.

No mês passado e ainda hoje (novamente) eu e o João fomos fazer um circuito de águas, só nós 2, sem a pipoquinha.

Confesso que me soube pela vida, é verdade estavamos mesmo a precisar. Ah e tal, mas não te sentes uma má mãe por deixares a tua filha e ires desfrutar? Não, de todo, preciso de estar bem física e psicológicamente para poder ser uma boa mãe, preciso de me sentir bem e confiante para conseguir passar um sentimento de segurança à minha filha, precisamos dos nossos momentos como casal (2 elementos e não 3) para estarmos felizes e fazermos da nossa filhota uma menina alegre, inserida num ambiente familiar estável e acima de tudo com muito amor para lhe dar.

Também não vou mentir e dizer que nestes momentos passados a 2 nos desligamos por completo da luz das nossas vidas. Eu pelo menos fico cheia de saudades (mesmo que sejam só 2 horinhas), penso tanto nela e grande parte das nossas conversas começam e acabam em: Leonor! É assim, pais sendo pais (ahahahah).

Estamos descansados e descontraídos porque sabemos que a nossa menina fica muito bem entregue, relaxamos, namoramos e conversamos muito. É super importante.

Quando voltamos, nota-se logo que estamos com mais energia e com uma nova disposição para enfrentarmos mais uns dias.

Para não falar na alegria imensa que é chegarmos a casa e sermos recebidos com o maior sorriso do Mundo e com aqueles bracinhos esticados para nós a pedir colinho e aconchego. E sentir aquele cheirinho da minha bebécas juntinho a mim, é puro amor! Nem consigo explicar a revolução que acontece dentro de mim, o coração parece querer saltar do peito e ir juntar-se ao dela. Na realidade, a partir do momento em que temos um filho, acredito piamente, que andamos com o coração fora do nosso corpo, ele está ali naquele pequeno ser que gerámos.

Portanto, espero mesmo continuar a conseguir ter estes momentos a 2, para sermos melhor a 3.

IMG_3464.jpg

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D